Responda às questões sobre a Revolta da Chibata, criadas conforme a BNCC. Confira as respostas e tire as suas dúvidas no gabarito explicado.

Questão 1

A Revolta da Chibata (1910) foi:

a) Uma revolta pelo fim dos castigos físicos praticados contra os escravizados.

b) Uma contestação à vacinação obrigatória contra a febre amarela.

c) Uma revolta pedindo o fim da tortura nas prisões durante a Primeira República.

d) Uma rebelião de marinheiros contra os castigos físicos e pela melhoria das condições de trabalho.

Gabarito explicado

Resposta correta: Alternativa D – A Revolta da Chibata foi uma agitação militar na Marinha do Brasil, ocorrida no Rio de Janeiro, de 22 a 27 de novembro de 1910. A luta contra os castigos físicos, baixos salários e as péssimas condições de trabalho são as principais causas da revolta.

Questão 2

A Revolta da Chibata aconteceu durante a Primeira República (1889-1930), período da história do Brasil marcado por uma série de revoltas populares, com EXCEÇÃO da:

Gabarito explicado

Resposta correta: Alternativa C – O período da Primeira República foi bastante conturbado socialmente, uma vez que os interesses políticos estavam voltados à manutenção das oligarquias, com baixa preocupação com as camadas mais pobres que lutavam por melhores condições de vida tanto no campo como nas cidades.

Dentre as revoltas do período, destacam-se a Guerra de Canudos (BA), Contestado (SC) e as Revoltas da Vacina e da Chibata (RJ). A Revolta dos Malês ocorreu em 1835, portanto, no período imperial.

Questão 3

Sobre os antecedentes da Revolta da Chibata, é INCORRETO o que se afirma em:

a) A maioria dos marinheiros era homens negros escravizados recém-libertos, submetidos a uma árdua rotina de trabalho em troca de baixos salários.

b) A disciplina nos navios era mantida pelos oficiais por meio de castigos físicos, dos quais a chibatada era a punição mais comum.

c) Os marinheiros lutavam pela equiparação de salários com os soldados do Exército Brasileiro, maiores do que os pagos pela Marinha.

d) Os novos navios encouraçados “Minas Gerais” e o “São Paulo” demandavam uma quantidade ainda maior de homens para serem operados, sobrecarregando os marinheiros.

Gabarito explicado

Resposta correta: Alternativa C – Na época, a Marinha do Brasil recrutava marinheiros principalmente entre os negros escravizados recém-libertos. Estes eram submetidos a uma árdua rotina de trabalho em troca de baixos salários. Qualquer insatisfação era punível e a disciplina nos navios era mantida pelos oficiais por meio de castigos físicos, dos quais a “chibatada”, era a punição mais comum.

Apesar de ter sido abolida na maioria das forças armadas do mundo, os castigos físicos ainda era uma realidade no Brasil. A insatisfação dos marujos cresceu depois que os oficiais receberam aumentos salariais, mas não os marinheiros.

Além disso, os novos e modernos encouraçados que o governo brasileiro havia encomendado, o “Minas Gerais” e o “São Paulo”, demandavam uma quantidade ainda maior de homens para serem operados, sobrecarregando os marinheiros. Essas duas belonaves eram as mais poderosas e modernas da esquadra brasileira.

Questão 4

O estopim para o início da Revolta da Chibata foi:

a) O castigo imposto ao marujo Marcelino Rodrigues Menezes, açoitado com 250 chibatadas.

b) A eleição do presidente Hermes da Fonseca.

c) A desativação do encouraçado Minas Gerais, levando à demissão de inúmeros marinheiros.

d) A proibição das atividades do sindicato dos marinheiros.

Gabarito explicado

Resposta correta: Alternativa A – O estopim da revolta ocorreu após o castigo do marujo Marcelino Rodrigues Menezes, açoitado até desmaiar com 250 chibatadas (o normal eram 25) por agredir um oficial.

Questão 5

As principais reivindicações dos marinheiros da Revolta da Chibata eram:

a) A contratação de mais marinheiros para os encouraçados Minas Gerais e São Paulo.

b) O fim dos castigos físicos, melhores condições de alimentação e trabalho e anistia para todos envolvidos na revolta.

c) A imediata troca do alto comando da Marinha.

d) A renúncia do presidente Hermes da Fonseca.

Gabarito explicado

Resposta correta: Alternativa B – Os marinheiros lutavam pela extinção dos castigos físicos, melhoria das condições de alimentação e trabalho (incluindo melhores salários) e a anistia dos envolvidos da revolta.

Questão 6

Sobre João Cândido, e sua participação na Revolta da Chibata, assinale a alternativa INCORRETA:

a) Foi a principal liderança da Revolta da Chibata.

b) Após o cumprimento de sua sentença, foi reincorporado aos quadros da Marinha.

c) Era um homem negro, que entrou para a Marinha aos 16 anos de idade.

d) Ficou conhecido pelo apelido de “Almirante Negro”.

Gabarito explicado

Resposta correta: Alternativa B – João Cândido Felisberto (1880-1969) foi o líder da Revolta da Chibata. Como a maioria dos marinheiros de baixa patente naquele período, João Cândido era negro, tendo entrado na Marinha como aprendiz aos 16 anos de idade. Por seu papel no movimento, foi chamado pela imprensa de “Almirante Negro”.

Após a revolta, foi preso e torturado. Ele seria absolvido das acusações de conspiração em 1º de dezembro de 1912, mas foi expulso da Marinha. Sobreviveu como pescador e vendedor até que o jornalista Edmar Morel resgatou sua história do esquecimento e lançou o livro “A Revolta da Chibata”, em 1959.

Somente em 23 de julho de 2008, o governo brasileiro entendeu que as causas da revolta eram legítimas e concedeu anistia aos marinheiros envolvidos.

Leia também: Revolta da Chibata: causas, consequências e o líder João Cândido

Para mais exercícios:

Com informações do Toda Matéria