Não é possível ver estrelas durante o dia porque a luz do Sol é espalhada pela atmosfera da Terra, produzindo assim a luminosidade azul do céu diurno. Esta luminosidade nos impede de ver as estrelas durante o dia.

OBSERVANDO O CÉU
DURANTE O DIA, PODEMOS VER O SOL, PÁSSAROS, AVIÕES E NUVENS NO CÉU. À NOITE, PODEMOS VER A LUA E MUITAS ESTRELAS BRILHANDO NO CÉU. ALGUNS PLANETAS TAMBÉM SÃO VISÍVEIS A NOITE.

Por que não conseguimos ver o sol no período escuro do dia? O planeta Terra gira em torno dele mesmo, é o que a gente chama de rotação. Conforme a gente vai girando com a Terra, chega uma hora que ele fica do outro lado do planeta e aí onde nós estamos, no lado oposto, fica escuro – é a noite.

Durante o dia nós apenas o Sol e as vezes a Lua. Isto ocorre porque o Sol é um objeto muito quente e por isto ele emite muita luz. Esta luz é tão intensa que você não deve olhar diretamente para o Sol sob pena de danificar os seus olhos.

Durante o dia, vemos o Sol, que é a estrela mais próxima da terra, fonte de luz e calor. A noite podemos ver outros astros, como as estrelas e a Lua, por exemplo. É comum as pessoas pensarem que a Lua sempre será vista somente a noite.

“Cidades produzem muita poluição luminosa, o que acaba por aumentar o nível de brilho do céu, e estrelas fracas não poderão ser vistas de dentro ou próximo a cidades.

Estrelas são grandes esferas compostas de gás Hélio e Hidrogênio em constante processo de fusão nuclear.

Quais são os sistemas solares conhecidos?

Sistema planetário
Distância ao Cinturão de Kuiper50 UA
Número de estrelas conhecidas1 Sol
Número de planetas conhecidos8 Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno
Número de planetas anões conhecidos5 Ceres, Plutão, Haumea, Makemake, Éris

Estima-se que a nossa galáxia, a Via Láctea, possui de 200 a 400 bilhões de estrelas. As galáxias possuem em média centenas de bilhões de estrelas. E as estimativas também apontam para centenas de bilhões de galáxias no Universo. Isto resultaria na existência de mais de 10 sextilhões de estrelas.

A mais brilhante estrela é Alfa Centauri (ou Alfa do Centauro). É a estrela mais próxima da Terra, com exceção do Sol. Enquanto o último está a aproximadamente 150 milhões de quilômetros de nosso planeta, Alfa Centauri fica a quarenta trilhões de quilômetros de nós.

Primeiramente, é importante esclarecer uma questão: a lua está sempre presente no céu, tanto durante o dia quanto durante a noite. O que ocorre é que, por ela não apresentar luz própria, só é possível vê-la quando ela é, de algum modo, refletida pela luz do sol.

Segundo Bonato, é mais comum ver a Lua de dia quando está nas fases crescente e minguante. No primeiro caso, é possível ver o satélite já a partir do meio-dia. No segundo caso, a lua minguante fica no céu durante a manhã e some próximo à hora do almoço.

À noite podemos observar muito mais, por exemplo, a Lua e suas fases, galáxias, planetas, estrelas cadentes. Tudo isso a olho nu, mas somente em regiões não completamente iluminadas e afastadas das cidades. Porém, se usarmos lunetas e/ou telescópios, conseguiremos ver muito mais, inclusive os anéis de Saturno.

Por causa da inclinação do planeta em relação ao plano de sua órbita ao redor do Sol, o movimento que o Sol faz no céu é circular, sempre próximo ao horizonte sobre os polos durante todo um semestre do ano.

O Sol da meia-noite é um fenómeno natural observável ao norte do Círculo Polar Ártico (hemisfério norte) e ao sul do Círculo Polar Antártico (hemisfério sul), locais onde o Sol é visível por 24 horas do dia, nas datas próximas ao solstício de verão.

A região da Lapônia se estende por países como a Finlândia, Noruega, Suécia e Rússia, mas é na Finlândia em que é chamada de terra do sol da meia-noite. No verão, a região recebe até mesmo festivais relacionados aos dias eternos, como o Festival de Cinema do Sol da Meia-Noite.