Futevôlei é um esporte semelhante ao vôlei, pois é jogado em uma quadra dividida por uma rede. No entanto, ao contrário do vôlei, ele é jogado com os pés (em vez das mãos). O futevôlei combina técnicas do futebol e do vôlei, daí o seu nome.

Regras do futevôlei

Quadra

A quadra de futevôlei é de areia e mede 18×9 metros. Há linhas laterais e de fundo, mas não há linhas de centro.

A zona de saque fica atrás da linha de fundo.

Rede

A rede de futevôlei mede 9,5 metros de comprimento por 1 metro de largura. Ela é colocada com as seguintes alturas: 2,20 metros (nos jogos masculinos) e 2,10 metros (nos jogos femininos).

Bola

Em um jogo, todas as bolas usadas devem ter as mesmas características quanto ao tamanho, a pressão e o tipo.

A bola de futevôlei mede entre 68 e 70 centímetros e a sua pressão deve ter 0,56/0,63 Kg/cm.

Jogadores

A equipe de futevôlei pode ser formada por 2 jogadores, jogando-se em duplas (no caso dos campeonatos oficiais), ou por 4 jogadores em cada equipe, sendo um deles o capitão.

Uniforme e acessórios

O uniforme do futevôlei é short, ou calção, e camisa de malha, ou camiseta.

Os acessórios opcionais são os seguintes: viseira, para proteger do sol, e óculos esportivo, para proteger da areia.

Fundamentos

Os fundamentos do futevôlei são: saque, recepção, passe, ataque e defesa.

Jogo do futevôlei

Homens jogando futevôlei

O jogo de futevôlei é constituído por 3 sets, cada um com 18 pontos. Mas, para vencer cada set, é preciso ter uma diferença mínima de 2 pontos da equipe adversária.

Se cada time ganhar um set, é disputado o terceiro set. Vence o terceiro set a equipe que fizer 15 pontos primeiro, mas também é necessário ter uma diferença mínima de 2 pontos.

A partida de futevôlei começa com o apito do árbitro, mas a bola somente é considerada em jogo após a execução do saque.

O saque consiste no golpe na bola com um dos pés em direção ao campo do adversário.

O objetivo do jogo é mandar a bola por cima da rede, com o intuito de fazê-la bater no chão do lado do campo da equipe adversária.

Cada equipe pode tocar na bola até 3 vezes para impedi-la de cair no seu lado do campo e mandá-la para o campo adversário. Se uma equipe tocar 4 vezes na bola, é marcado falta.

O mesmo jogador não pode tocar na bola duas vezes consecutivas. Quando dois jogadores diferentes tocam na bola em simultâneo, considera-se que foram dados dois toques.

A bola pode ser tocada com qualquer parte do corpo, com exceção das mãos, antebraços e braços. Se um jogador tocar a bola com mãos, antebraços ou braços, é marcado falta.

A bola continua em jogo enquanto não tocar o chão ou até que uma falta seja marcada.

História do futevôlei

Em 1965, época da ditadura militar no Brasil, era proibido jogar futebol na praia. Foi quando o jogador de futebol Octávio Moraes reuniu os seus amigos para jogar futebol em uma quadra de vôlei na Rua Bolívar, em Copacabana.

Jogar nas quadras era permitido, mas com uma rede ao meio, era preciso criar novas regras. Dessa iniciativa, teve origem o futevôlei, que passou a ser jogado também em outras ruas no Rio de Janeiro.

Em 1980, o jogo começou a chamar a atenção de patrocinadores e da imprensa. Em 1984, os jogos começaram a ser televisionados, ao mesmo tempo em que as primeiras disputas interestaduais eram realizadas.

O futevôlei evoluiu ao longo dos anos e, recentemente, passou a atrair milhares de praticantes.

A Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFv) é responsável pela regulamentação e promoção do esporte no Brasil. Ela foi fundada em 1995 e trabalha em parceria com a Federação Internacional de Futevôlei (FIFv).

Leia também:

Voleibol – regras, fundamentos e história do vôlei

Esportes de rede e parede: o que são e exemplos

Referências Bibliográficas

Normas e regulamento do Campeonato Nacional de Futevôlei. Federação Nacional de Futevolêi. Portugal. Documento acessado em maio de 2024, disponível em:

Com informações do Toda Matéria